Translate

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Costelinha de porco assada (ribs).


Elementos:

1 kg de costelinha de porco cortada numa única tira
1 raminho de alecrim
2 copos de vinho tinto 
sal grosso
mostarda
geléia ou mel


Modo de fazer:

Passe sal grosso, com a mão, na tira toda de costelinha. Coloque num tabuleiro de alumínio ou inox, com a parte do osso voltada para baixo. Sobre a costelinha coloque o ramo de alecrim. Coloque o vinho sobre tudo. Leve ao forno alto, já pré aquecido. Deixe aproximadamente 1 hora. Agora, por último, passe  uma mistura de mostarda com geléia sobre toda a carne. Deixe mais 20 minutos no forno. Sirva imediatamente com arroz e farofa.

Observações:
  • esse é um prato barato e muito fácil de fazer
  • o alecrim pode ser substituído  por  outro tempero, se você quiser
  • a geleia ou mel, não necessariamente deve ser misturada com mostarda, só se você gostar (eu gosto)
  • o vinho pode ser substituído por cerveja
  • na foto duas tiras de costela porque tinha muita gente para comer.

sábado, 26 de setembro de 2015

Bacalhoada portuguesa a minha moda.


Elementos:

1 kg de batata 
200 grs de batata doce
1/2 kg de cebola
1/2 kg de bacalhau já dessalgado e partido em pedaços com a mão (ponha de molho por 8 horas)
4 folhas de louro
100 grs de azeitona preta 
uma pitada de orégano
2 xícaras de azeite de oliva virgem
1/2 repolho 
6 fatias de pimentão verde
Opcional: algumas pimentas de cheiro tipo "biquinho".




Modo de fazer:

Corte as batatas em rodelas de espessura média e coloque numa vasilha com água. Corte a cebola também em rodelas e separe. Divida o repolho em folhas. Agora vamos montar numa caçarola média. Coloque em camadas as batatas, o bacalhau, a cebola, azeitona, louro e vá polvilhando levemente com orégano. A última camada vai ser de cebola, depois o pimentão e a pimenta biquinho. Sobre todas as camadas acrescente as duas xícaras de azeite. Agora coloque sobre tudo o repolho sem picar, as folhas inteiras. 

Leve ao fogo alto até começar a ferver. Assim que ferver, verifique o sal e se preciso acrescente mais. Depois abaixe o fogo e vá mexendo a caçarola, de vez em quandopara não grudar. Estará pronto em aproximadamente uma hora. Sirva com arroz branco e ainda acrescente mais azeite no prato.



terça-feira, 22 de setembro de 2015

Quibe assado.



Elementos:

500 grs de carne sem gordura, moída duas vezes (pode ser carne de segunda, tipo assem)
11/2 xícaras de trigo para quibe
2 cebolas passadas no processador
5 dentes de alho também passados no processador
1 xícara de folhas de hortelã bem picadinha
1 colher de sopa cheia de pimenta síria
1/2 copo de azeite de oliva
suco de um limão
sal a gosto 

Modo de fazer:

Coloque o trigo de molho por 15 minutos, com água só para umedecer. Agora junte tudo ao trigo e amasse bem com as mãos, até fazer uma massa uniforme. Unte uma forma com azeite. Espalhe a massa.Jogue um pouco de azeite de oliva por cima.Pré aqueça o forno, com fogo alto. Coloque o quibe. Leva aproximadamente meia hora assando.

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Moqueca capixaba.


Em dezembro de 1971 eu e minha família nos mudamos para Vitoria. Fomos morar numa casa maravilhosa, junto a praia. Foi trabalhar comigo uma cozinheira incrível chamada Jovita. Aprendi com ela esta moqueca capixaba. É a que hoje que passo para vocês e serve 6 pessoas. 

Observação: Você vai precisar de uma panela de barro que possa ir ao fogo.

Elementos: 

2 kg de peixe em postas de 1,5 cm de espessura ( badejo, robalo ou similar. Uma segunda hipótese é com postas de cação)
1 maço de coentro
1 maço de cheiro verde
4 folhas de louro
5 cebolas grandes cortadas em rodelas
2 copos de azeite de oliva
2 colheres de sopa de colorau
sal a gosto
pimenta do reino
farinha de mandioca para o pirão


Como fazer:

Tempere o peixe 1 hora antes de fazer a moqueca com sal e pimenta do reino. Corte o cheiro verde e o coentro em pedacinhos. Coloque nos copos cheios de azeite a colher de sopa de colorau e mexa bem. Agora coloque metade da mistura no fundo da panela de barro e espalhe. Sobre ela metade da cebola, metade do coentro e do cheiro verde. Agora o peixe já temperado, arrumando as postas. Em seguida, sobre o peixe novamente metade da cebola, do coentro e do cheiro verde. Coloque também o louro. Sobre tudo coloque o restante do azeite com colorau. 

Leve ao fogo alto e vá chacoalhando a panela, sem mexer diretamente na moqueca, para não grudar no fundo.

Vai se formar um caldo na panela de moqueca. Retire mais ou menos a metade desse caldo, coloque em outra panela, coloque mais um pouco de água fria, acrescente mais sal e a farinha de mandioca, nessa ordem. Leve ao fogo e engrosse o pirão.
Sirva a moqueca fumegando, o pirão, arroz branco e pimenta se gostar.
Adoro essa comida!



quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Rosbife de filé mignon.



Você  pode se estar perguntando como uma receita para tempos de crise pode ser de filé mignon. Pois filé mignon é uma carne econômica porque se aproveita todo ele. Aí vai a receita, para 4 pessoas.

Elementos

1 kg de filé mignon limpo e inteiro.

Molhos

Modo de fazer:

A carne

Pegue uma assadeira de alumínio ou inox, compatível com o tamanho da carne. Esquente o forno e coloque a carne para assar, sem nenhum tempero, nem sal. Se seu forno for bom essa quantidade de carne assa em 15 a 20 minutos. Ele ainda fica com cara de um pouco cru por fora.Tire do forno e deixe esfriar um pouco. Corte em fatias finas e arrume num refratário. Depois de colocar o molho, coloque 2 minutos no micro ondas, para que ele penetre.

Os molhos
  • Retome a assadeira que você usou para a carne. Coloque no fogo e acrescente uma colher de sopa bem cheia de manteiga. Vá mexendo para retirar tudo que sobrou do caldo da carne. Acrescente, por exemplo, sal, alho e uvas passa. Deixe fritar um pouco. Jogue então sobre a carne.
  • Faça todo o começo e em vez de alho acrescente mostarda.
  • Use sua criatividade e faça outros.


Observação : se você tiver, ou adquirir um termômetro para carne, onde você consegue ver se está mais crú ou mais cozido, use.  



quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Macarrão "al limone".


Elementos

1 cebola grande ralada (eu passo no processador)
1/2 limão siciliano
raspa da casca do limão siciliano ( só a parte amarela, pois a branca amarga a comida)
1 lata de creme de leite
100 gr de queijo parmesão ralado
sal a gosto

Modo de fazer:

Frite a cebola da manteiga e junte a raspa do limão. Junte depois o creme de leite e o queijo parmesão. Só esquente,não deixe ferver, senão o creme de leite talha. Derrame sobre o macarrão cozido ( calcule 80 gr de macarrão cru  para cada pessoa).

"Churrasco" de costela na panela de pressão.


Elementos:

1 kg de costela (compre a ponta da costela de boi, porque tem menos gordura)
1 kg linguiça calabresa cortada em fatias 
1/2 kg de cebola cortada em rodelas ( corte de comprido para não chorar)

Observação: a linguiça tem muito sal e normalmente já é o suficiente. Se gostar  mais salgado, acrescente uma colher de sopa de sal grosso.

Modo de fazer:

Forre a panela de pressão com metade da cebola e coloque em seguida, em camadas, a costela, a linguiça e a cebola. Tampe a panela e quando pegar pressão, marque 1 hora e abaixe o fogo no mínimo.
Retire as carnes da panela e engrosse o caldo com farinha de mandioca, fazendo um delicioso pirão. Coloque sobre as carnes cebolinha e salsa picadas. Sirva com arroz. Serve quatro pessoas bem.

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Viradinho de banana nanica.

Elementos:

2 bananas nanicas maduras
1 cebola pequena cortadinha
4 ovos
sal a gosto
cheiro verde se tiver
farinha de milho ou de mandioca
3 colheres de sopa de óleo



Como fazer:

Coloque o óleo na frigideira e deixe esquentar. Coloque depois a cebola e a banana cortada em rodelas. Agora ponha os ovos, que você já quebrou um a um separado. Vá mexendo, coloque então o sal e a farinha. Por último o cheiro verde, se quiser.





quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Couve flor (ou brócolis) com molho branco.


Elementos necessarios:

Lave bem o vegetal.

1 couve flor separada em buquês 
ou
1 brócolis ninja, também separado em buquês.

Molho Branco

2 xícaras de leite
2 colheres de sopa de farinha de trigo
2 colheres de sopa de azeite de oliva
sal a gosto (ou um tablete de caldo de carne)
noz moscada ralada (pouquinho)
cheiro verde picadinho se gostar

Como fazer: tome os ingredientes do molho, bata tudo no liquidificador e leve ao fogo até engrossar. Arrume a couve flor (ou brócolis) cru numa travessa refrataria e despeje o molho branco sobre ela. Se quiser acrescente muçarela ou qualquer outro queijo sobre o molho branco. Forno alto por 30 minutos. 


quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Panqueca (crepe): massa e sugestão de recheio.

Elementos necessarios:

3 ovos
1 xícara de farinha de trigo
1 xícara de água
1 tablete de caldo de carne 












Como fazer:

Coloque no liquidificador os ovos, a água, o tablete e por último a farinha de trigo (senão ela gruda nas paredes do copo). Bata bem.

Tome uma frigideira de Tefal (se possível uma de fritar panqueca) passe uma camada muito fina de óleo, só antes de fritar a primeira panqueca. Depois é só ir colocando a massa e espalhando pela frigideira com uma espátula ou colher. A medida para cada panqueca você pode fazer 1/2 xícara de café da massa. Essa massa dá para 16 panquecas aproximadamente.

Uma vez passada todas as massas na frigideira, coloque o recheio e enrole. Depois arrume numa travessa, coloque o molho e está pronto o prato.

Recheio:

Pode ser bem variado:
  • carne moída frita com temperos e depois molho de tomate e queijo ralado
  • creme de milho verde
  • creme de espinafre (na foto) e por cima também o espinafre com molho branco.
  • coma a massa pura com mel ou chocolate derretido.


terça-feira, 8 de setembro de 2015

Massinha para empanar vegetais.

Mamãe era muito econômica e essa solução da massinha para fritura era comum lá em casa. Ainda  faço uma vez por semana.

Elementos necessarios:

1 xícara de farinha de trigo
1 ovo
3/4 xícara de leite
1 colher de chá de fermento químico
sal a gosto
cheiro verde picadinho e também cebola, se você quiser.
2 berinjelas pequenas, cortadas em fatias finas, com a casca.



Como fazer:

Coloque tudo numa vasilha (menos a berinjela) e mexa bem com uma colher de pau. Quando a mistura estiver homogênea, coloque a berinjela. Mexa bem. Coloque uma frigideira de Tefal, com pouco óleo, no fogo alto. Vá colocando as berinjelas envoltas na massinha e frite até dourar. Deposite num papel toalha para absorver a gordura.


Observações:

  • você pode fazer uma lasanha, colocando molho e muçarela, entre as camadas de berinjela e levando ao forno para derreter o queijo.
  • essa massinha serve para todos os outros vegetais, tais como couve flor, abobrinha, brócolis, etc


segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Arroz na panela de pressão.


Fazer arroz leva mais ou menos vinte minutos na panela comum. Isso significa gastar bastante gaz (que está caro) e muita paciência. A receita de hoje é arroz feito na panela de pressão.

Elementos necessarios:

1 xícara de arroz
2 xícaras de água
1 colher de sopa de óleo (eu uso óleo de canola, mas pode ser qualquer outro)
tempero a gosto (eu uso sal com alho feito em casa, no processador)


Como fazer:

Coloque o óleo na panela de pressão ( melhor a pequena de 3 ou 4,5 litros), acrescente os temperos e dê uma fritadinha. Coloque o arroz e também frite um pouquinho. Acrescente a água, tampe a panela e deixe em fogo alto até pegar pressão. Pegou, desligue e espere 10 minutos. Você vai comer um arroz incrível! 



Observações:

  • para 2 xícaras de arroz, 3 xícaras de água e assim por diante, diminuindo a água progressivamente.
  • pode-se acrescentar vegetais, tais como ervilhas verdes frescas, alho poró, etc.
  • para fazer um risoto acrescente um pouco mais de óleo e uma colher de sopa de manteiga.
  • se quiser acrescentar outros temperos, crie mais. Teste e veja o que mais você gosta.

domingo, 6 de setembro de 2015

Aproveitando as frutas da estação: geleia de morangos.

Aproveitar as frutas da estação é sempre uma boa ideia. Elas são mais baratas, você consegue fazer bons negócios com os preços. Agora, entre outras, estamos na época dos morangos. A receita abaixo é de geleia de morango.

Elementos necessarios

4 caixinhas de morangos pequenos, bem maduros,  ou 1 1/2 kg de morangos.
1/2 kg de açúcar


Como fazer:


Lave os morangos e corte os cabinhos e folhinhas. Coloque numa panela junto com o açúcar. Deixe ferver  e cozinhe mais uns 30 minutos, em fogo mais baixo. Deixe descansar até o dia seguinte e está pronta. Coloque em potinhos e desfrute.


sábado, 5 de setembro de 2015

Bolinho de arroz de minha avó.

Elementos necessários para uma porção de aproximadamente 12 bolinhos.

Massa

2 xícaras de sobras de arroz já cozido
1 ovo
1/2 xícara de leite
1/2 xícara de farinha de trigo
1 colher de sopa cheia de farinha de milho
1 cebola pequena cortadinha miúdo
1 porção de cheiro verde a gosto
1 colher de chá cheia de fermento químico
 sal a gosto

Observações:
  • Se você quiser pode acrescentar vegetais crus picados, tais como abobrinha, cenoura, espinafre, etc
  • se for fazer o bolinho assado coloque mais 1/4 xícara de farinha de trigo.
  • se quiser sofisticar um pouco coloque um envelopinho de Sazon  carne.

Como fazer:

Coloque a sobra de arroz numa vasilha.Acrescente o ovo, o leite e o restante dos elementos da receita. Misture bem. Por último o fermento.

Para fritar:
  • coloque óleo na frigideira o suficiente para cobrir o fundo. Deixe aquecer e vá colocando  a massa do bolinho em colheradas. Vire a medida que um lado já estiver dourado. Coloque sobre um papel toalha absorvente.

Para assar:
  • unte uma assadeira e coloque as colheradas sobre ela. Leve ao forno quente por mais ou menos 20 minutos.

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Pudim de pão.


Elementos necessários para um pudim pequeno, para duas pessoas.

Massa

2 pãezinhos amanhecidos
1 ovo
1 xícara de leite
1/2 xícara de açúcar
1 cálice pequeno de uma bebida alcoólica tipo licor.
1/2 xícara de uva passa (ou pedacinhos de maçã sem casca)

Como fazer:

Coloque o pão amanhecido no leite. Espere 10 minutos. Acrescente o ovo, o açúcar e o licor. Bata tudo no liquidificador.
Coloque numa forma caramelada, acrescente as passas.

Para assar:

  • leve ao forno em banho maria, ou seja, numa vasilha com água. Leva uma hora mais ou menos para assar.
  • consiga uma forma que já vem com uma panela embaixo, própria para banho maria. Leva uma hora, mas economiza muito gás. 

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Torta salgada de pão amanhecido.




Elementos necessários (para duas porções grandes).

Massa

2 pãezinhos amanhecidos
1 ovo
1 xícara de leite
1 cebola pequena picada
1 tomate picado

Recheio

Aí entra a criatividade. Pode ser:
  • uma sobra de frango desfiado, 
  • ou uma lata de sardinha 
  • ou uma sobra de carne moída ou desfiada
  • ou uma lata de atum
  • ou vegetais como cenoura e abobrinha picadinhos crus
Qualquer que seja sua opção ela vai ficar boa. Se você tiver azeitonas, coloque umas 4 sem caroço.

Como fazer:

Coloque o pão amanhecido no leite. Espere 10 minutos. Acrescente o ovo, a cebola e o tomate. Misture tudo.
Coloque numa forma metade da massa. Acrescente o recheio e depois a outra metade da massa. Você também pode misturar tudo, se quiser. Enfeite com rodelas de tomate. Leve ao forno quente por 30 minutos. 

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

A origem das receitas da família.


Nasci em 1940 e há muito pouco tempo o mundo havia passado por uma crise enorme, com a quebra da bolsa nos Estados Unidos, em 1929, que criou uma paralisação mundial .

Em 1929, meu avô era um homem abastado, morava em Higienópolis, um bairro chique de São Paulo. Seus vizinhos eram grandes fazendeiros de café, a principal riqueza da época. Nesta época, alem da linda casa, ele tinha vários empregados, inclusive chofer. Havia muita fartura de comida na casa dele. Vovô importava toneis de vinho especial de Portugal, para consumo dele e da família: vovô, vovó e quatro filhos.

De um dia para o outro ele, cuja renda vinha de compra e venda de imoveis, ficou sem trabalhar e sem ganhar. Minha mãe contava que ele conseguiu, com muito custo, vender uma casinha e que esticou esse dinheiro, o que deu para a família viver por quatro anos. Aí as coisas melhoraram. 

Também em 1940, começou a segunda guerra mundial que gerou racionamento de muitas coisas no Brasil, como por exemplo, de farinha de trigo. Essas crises obrigaram as pessoas que cozinhavam a aproveitar sempre as sobras de alimentos, a não permitir nenhum desperdício

Esse blog vai lembrar receitas dessa e de outras épocas de crise.